Participação bem sucedida em 26 de abril no Fórum 19 Energia Sustentável (FES), organizado pela associação Ecoserveis Com o objetivo de analisar as chaves legais, tecnológicos e financeiros essenciais para uma qualidade, iluminação exterior saudável e eficiente.

O dia começou Aniol Esquerra de Ecoserveis, organizador do evento, apresentando o Premium Light Pro.

Premium Light Pro, concentra-se na implementação de Sistemas de LED com alta eficiência energética (iluminação interior e exterior) nos setores público e privado. Seu objetivo é facilitar a implementação de soluções e serviços eficientes e de alta qualidade LED através de instrumentos apropriados.

Para mais informações de imprensa aquí

Asselum ra primeira conferência realizada sobre os requisitos técnicos a cumprir por um sistema de iluminação, as normas aplicáveis a serem cumpridas e os requisitos de qualidade, à luz que ele proporciona. Uma explicação foi dada dos diferentes procedimentos que temos de medir fontes de luz e quais parâmetros para medir e fornecer para o usuário.

O que é exatamente o conceito de lm / W? Como medi-lo corretamente? Por que a tecnologia LED ser testado de acordo com EN 13032-4 e EN 13032-1 não? De que maneiras diferentes podemos medir a cor de nossas luminárias?

A segunda conferência foi dada por Marc Tarradas, da empresa Ignialight e sócio da CICAT. Eu mostrou-nos um caso de sucesso da mudança de iluminação da cidade de Vila-Sacra com uma economia significativa na conta de luz de seus habitantes.

A próxima conferência foi realizada por Manuel García, Direcção Geral de Qualidade Ambiental e Alterações Climáticas da Generalitat de Catalunya. Ele nos contou sobre a ordem ambiental Llei 6/2001 i Decret 190/2015 do enllumenat para a proteção do medi nocturnal. Um passo fundamental para ter um céu noturno de qualidade livre de poluição luminosa.

Após a pequena BREAK onde pudemos trocar diferentes pontos de vista sobre o sector da iluminação, Eva Crespo, da Universitat Politècnica da Catalunha (UPC) e da Eurecat, falou sobre a sua experiência na concepção de iluminação paisagística e arquitectónica. Definimos os passos que temos de seguir a partir do conceito para a fase de implementação e utilização.

Para finalizar, Javier Martínez de ANESE (Asociación de Empresas de Servicios Energéticos) y Óscar Sànchez del ICAEN (Instituto Catalán de Energía) nos hicieron un breve pero interesante repaso sobre las ESE ( Empresas de Servicios Energéticos), qué ventajas tienen los ayuntamientos al contactar con sus servicios y un resumen de su historial.

Podéis clickar aquí para más información y descargaros las presentaciones de las conferencias.